ELE É O NOSSO PAI, independente de cor, opção sexual ou classe social

“Todas as almas provem de DEUS, portanto, todos nós somos irmão e irmãs. ELE é o nosso PAI, independente de raça ou de cor.” (trecho do livro “A Iluminação que Você Esperava)

Todos nós fomos criados puros, no entanto, com o tempo fomos contagiados pelas impurezas do mundo. Perceba uma criancinha. Antes de terem absorvidos os julgamentos da sociedade elas são puras. Brincam com outras crianças independente da classe social ou cor. Não são julgadoras. Apenas aceitam o mundo como ele é. Mas isso não dura muito.

São colocados na nossa cabeça ideias de bonito e feio. Correto e incorreto. Passamos a julgar as pessoas conforme ouvimos os outros falarem “Olha lá tal fulana, sempre mal vestida, para de falar com ela” e assim vai… Vamos sendo ensinados o que é certo ou errado de acordo com nossa cultura.

Eu acho certo cada um ter suas convicções. Se você acha que a família correta é a constituída por um homem e uma mulher, tudo bem. Você pode ter suas convicções. Só que isso não deveria ser base para desrespeitar aquele que pensa diferente de você. Lembre-se: somos todos irmãos, devemos nos tratar com fraternidade. A máxima cristã é essa: “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. Não faz sentido dizer que o casamento homossexual é errado perante a Bíblia se Jesus nos ensinou primeiramente a sermos compreensivos e amar ao próximo. O que eu quero dizer é: se você acha que o casamento gay não é legal, case-se com alguém de outro sexo, tudo bem. Mas desrespeitar o próximo por ele ser gay não faz sentido. Se você acha que aquela garota que usa só short e decote anda mal vestida, não se vista como ela, você pode achar isso deselegante (eu também acho) mas respeite a opção dela, o modo como ela se veste não a faz pior que ninguém. Ela foi criada pelo mesmo Deus que você, e é nosso dever respeitá-la assim.

Somos todos criados iguais. Todos nós seremos julgados. Mas nós não julgaremos o próximo. Isso é tarefa de Deus. O importante é nos concentrarmos em nós mesmos. Devemos escutar nossas verdades e aplicá-las a nós mesmos, devemos “ser a mudança que queremos ver no mundo”. Devemos nos conhecer, saber se estamos agindo de acordo com a nossa consciência e assim evoluiremos e atingiremos a pureza. Agora, por outro lado, pensar que o outro está errado e ter atitudes extremistas não nos melhora em nada, pelo contrário: nos reprova em cristandade. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s